quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Reflexão

Hoje coloco aqui um texto enviado pelo meu amigo e grande Atlético Hugo, no sentido de auscultar a opinião de todos os Atléticos e adversários sobre um tema cada vez mais em debate, inclusivé noutros blogs ligados ao futebol distrital.Fico á espera das vossas opiniões, a minha poderão vê-la em breve num comentário que tambem deixarei a este post.

"Não tenho dúvidas que a maioria dos campos dos distritais não reúnem as condições mínimas para a prática de futebol e não se sabe bem porquê, ainda não foram retirados das competições pela Associação do Porto, o que só prejudica o espectáculo, sem prejuízo das lesões que daí podem advir para os atletas.
Nesse sentido, tenho legitimidade para concluir que o Salgueiros 08 é beneficiado em relação aos seus concorrentes directos, uma vez que a maioria desses clubes opta por jogar noutro recinto desportivo, jogando em campo “neutro”, privilegiando as receitas em detrimento dos resultados desportivos, conforme aconteceu com o Inter de Milheiros, o Atl. Vilar, como está previsto para o jogo com o Ramaldense e quiçá com o Aguas Santas…
Tal facto não acontece com as outras equipas que lutam pelo mesmo objectivo, como o CART, o Pedroso, o Vilar Pinheiro e o Paradela, uma vez que são obrigados a jogar no seu campo, com o seu público e conhecendo mais do que ninguém as dimensões e o terreno de jogo.
Penso que esta observação é pertinente e deve ser remetida à Associação de Futebol do Porto por quem de direito para análise, uma vez que os restantes clubes não estão em pé de igualdade.
Relembro aos nossos adeptos e aos desportistas em geral que o CART perdeu em Águas Santas e em Malta com o Atlético de Vilar e empatou em Milheirós, clubes que jogaram fora do seu reduto contra o Salgueiros 08. Se o CART jogasse em campo neutro o resultado final talvez seria outro e nesta altura estaríamos isolados à frente do campeonato com uma vantagem considerável.
Tal observação não retira o mérito ao Salgueiros 08, no entanto pode falsear a classificação final.
Para reflexão… "

10 comentários:

Paradela disse...

Na minha opinião, há campos que não reunem condições para realizar jogos de competição, a saber:
S.Romão - Muito pequeno;
Cruz - Pequeno e maus balnearios;
Lusitanos: Maus Balnearios
Vila Chã - Muito pequeno e maus balnearios
Atl. Vilar - Pequeno
Estes pelos menos conheço e são estes aspectos que deveria ser corrigidos.

Os pelados não é que incomodem, se fossem todos relvados melhor, mas o grande problema são mesmo as dimensões dos pelados que são propicias ao contacto entre jogadores e muitas vezes esses jogos é so faltas...
Outro aspecto que tenho encontrado são os pelados mal tratados, não passam o arado\grade de modo a alisar o campo, já tivemos um jogador nosso está época no ramaldense que teve uma entorse de 3 grau a jogar ao meiinho antes do jogo (ia para o banco) mas como o campo estava cheio de covas teve esse azar.
Ter todos os campos relvado é impossivel, mas pelo menos bons balnearios, campos de maiores dimensões e pelados bons isso é o minimo que se pode pedir.

Ruitx disse...

Eu acho que é obrigatorio analisar esta questão por 2 vertentes inseparaveis, a economica e a desportiva.Como gestor que sou é obvio que estou de acordo que os clubes que alteram o local do seu jogo com o objectivo de ter um maior encaixe financeiro e que muitas vezes pode salvar uma epoca(lembram-se do Estoril-SLB da 1ª liga de há uns anos).Agora se isto acontece na 1ª liga, imaginemos o que poderá significar para um clube dos distritais que sobrevivem muitas vezes graças á carolice de sócios e dirigentes!!
Paralelamente há tambem a vertente desportiva e aqui a questão é bem mais pertinente porque o que acontece é que apenas 1 clube no caso o Salgueiros 08 tem usufruido destas alterações e de melhores condições para expor o seu futebol.Fica o campeonato desvirtuado?Talvez sim embora na prática isso não esteja reflectido na tabela classificativa.Mas mais importante de tudo é que eu acho que devemos aproveitar a oportunidade de termos um clube como o Salgueiros neste campeonato, para sobre ele despertar algumas consciências e fazer um debate sério sobre as condições e campos onde o mesmo se desenrola já há muitos anos, criando assim a pressão necessária para quem de direito tome definitivamente medidas de desenvolvimento no futebol regional(AFPORTO e Autarquias locais).No entanto isto só será conseguido se remarmos todos para o mesmo lado e o próprio Salgueiros e os seus adeptos têm que perceber que por mais glorioso que seja o seu passado, têm que viver o presente e não é com posturas de arrogância e superioridade que tenho visto em "alguns comentários" que irão contribuir para mudar este estado de coisas, mesmo em seu proprio beneficio, porque ninguemsabe quantos anos estarão por estas divisões.

Gustavo Martins disse...

Olá a todos.
Antes de mais deixem-me identificar como Salgueirista desde sempre e assíduo seguidor das várias modalidades e escalões do Salgueiros.
Acho sem dúvida uma oportunidade única para se regulamentar melhor os recintos desportivos, quer para os atletas quer para os adeptos. Sinceramente, admiro os que dão tudo no campo mesmo sabendo que se podem lesionar por razões que são alheias ao desporto em si. Lembro-me ainda do campo do Salgueiros ser pelado e da melhoria em todos os aspectos de ter sido relvado. Defender os atletas é uma prioridade, penso que não devia ser permitido jogar em campos sem as condições mínimas. Como nunca se pensou nisso (só se pensa nos grandes...), nem sequer temos estádio municipal no Porto, por exemplo, o que inviabiliza que isto seja uma realidade para muitos dos clubes. Um estádio municipal, com vários campos de jogo, permitiria que muitos clubes tivessem melhores condições.
Quanto à questão de os clubes que recebem o Salgueiros mudarem para um campo neutro para melhorarem a sua receita e condições de receberem os muitos adeptos que acompanham o Salgueiros, é verdade que isso altera as condicionantes do jogo, assim como é verdade que as equipas jogam de forma diferente porque vão receber o Salgueiros, assim como foi verdade que o Salgueiros também não jogava em casa quando recebia os "grandes". Nessa altura o Salgueiros ia jogar ao Bessa, à Maia, e não deixava de jogar para ganhar e ganhar os jogos. Épocas houve em que o Salgueiros jogou muitos jogos em estádio neutro, quer porque não tinha o campo em condições (lembro-me de jogar no Estádio do Mar quando o campo estava a ser relvado), ou os jogos iam ser televisionados... basicamente, o que quero dizer é que sim, concordo que jogar num estádio neutro altera as condicionantes do jogo e que sim, jogar contra o Salgueiros não é um jogo normal, não pelo Salgueiros, que encara todos os jogos com a mesma determinação, mas pela equipa adversária que o encara como um "grande". A verdade é que o Salgueiros é grande por muitas razões, os jogadores são maioritariamente jovens que vieram dos juniores do Salgueiros ou de outras equipas que vocês bem conhecem, com alguns "veteranos" com amor à camisola. O que o torna grande é a sua alma e gente, os jogadores encarnam isso, mesmo sendo homens "normais" de carne e osso, que poderiam sem dúvida ser um jogador da vossa equipa sem que por isso se desse.
Um abraço a todos os amantes do seu clube que o vivem com intensidade. E continuem com o blog que a voz é para ser ouvida. Abraço!

FCP FOREVER disse...

Também me parece que o campeonato fica desvirtuado com estas alterações, mas apenas na parte de o Salgueiros 08 não ter de visitar as "gamelas" dos adversários.
Acho que em relação ao nosso CART o jogar em campos pelados não é neste momento um problema, o problema é quando andamos 1 semana inteira a treinar em pelados e chegamos ao Domingo e vamos jogar em relva sintética ou natural!!E a curto prazo estarão os campos de relva sintetica em maioria tb nos distritais.Por isso acho que todos nós CART devemos pensar seriamente se não é chegada a hora de avançar definitivamente e em força com uma proposta de sintético para o Fernando Pedrosa.

Paulo_74 disse...

Eu tou a vontade para falar nisto porque desde principio o disse,que as outras equipas que estivesem a lutar pelo campeonato se podiam sentir prejudicadas.
Mas agora vamos ver,hoje vem uma reportagem do Ramaldense no jornal A Bola podem ver que se estivessem no lugar deles faziam a mesma coisa,as receitas de bilheteira deles tem sido de 100euros,so para a policia tem que pagar 200euros,agua,luz e premios para os jogadores na sobra nada pelo contario o tem é que meter do bolso deles.
Mas isso de jogar no pelado ou nao ainda a semana passada o Salgueiros deu 7 ao Cruz o pedroso perdeu la em S.Romao ganhamos 5-3 e com o Vilar que fomos jogar ao campo de treinos do Rio Ave um belo sintetico empatamos 1-1,por isso de dizer que é 100%beneficiado com as trocas é muito subjectivo,no futebol nao há sertezas mas sim resultados.
Discordo do FCP Forever numa coisa,nao esta na hora dos Atleticos pensarem em por um sintetico,esta é na hora dos Atleticos exigirem que a Camera de Gondomar dé ao Atletico a ajuda que ja deu a outros a patrocine a colocaçao de um sintetico no Fernando Pedrosa,ja que é um campo que a muito merce um sintetico..

Ruitx disse...

Concordo plenamente com o Paulo74 e acrescento que durante o jogo com o Ramaldense fui abordado por alguns sócios do CART que me explanaram a vontade de levar para a frente a entrega de um abaixo-assinado junto da Camara de Gondomar sobre este mesmo assunto, aos quais dei como é obvio todo o meu apoio.Aguardo então por mais desenvolvimentos desta iniciativa.
Julgo ser este o momento ideal para fazermos com que aconteça alguma coisa ainda mais quando há rumores de que a Camara se prepara para construir um sintetico junto ao Estadio Municipal(onde jogam os amarelos) ao abrigo de um acordo com a empresa do Metro.Não podemos continuar votados ao ostracismo e esquecimento da Camara e nestes ultimos tempos uma coisa que me agrada muito é que se vê cada vez mais jovens a aderir e acompanhar ao Atlético.Temos que aproveitar esta força jovem e fazer valer os nossos direitos.
Deixo só mais uma reflexão para que alguem me possa esclarecer:Onde para a Junta de freguesia de Rio Tinto e os seus representantes?Será que irão aparecer novamente nas vesperas das eleições?

JJ disse...

É lamentável, no mínimo, o ostracismo completo que nosso CART tem sido alvo por parte da Câmara Municipal de Gondomar!!!

Sendo o Atlético o clube, na minha opinião e com factos a corroborarem, o clube mais popular de Rio Tinto, e com as camadas jovens todas em actividade, incluindo as escolinhas ( mérito da actual direcção do CART ), não se compreende nem se pode admitir tal atitude por parte dos responsáveis camarários de Gondomar!!

Este ostracismo deve-se exclusivamente, na minha opnião, a razões politicas, pois o CART é muito conotado com o movimento de cidadãos de Rio Tinto a Concelho. Agora é altura de dizer basta a Câmara de Gondomar e exigir, sim a palavra é mesmo exigir, justiça e igualdade de tratamento com a colocação no Fernando Pedrosa de um sintético de ultima geração de modo a que todos os munícipes que utilizam o parque de jogos do Atlético, e que são muitos, para a prática desportiva, possam usufruir de condições ideais em pleno Século XXI!!!

Agora em ano de eleições é altura ideal e eu como munícipe e residente em rio tinto exijo a que as entendidas visadas apoiem a instalação de um relvado sintético no Fernado Pedrosa.

Quando se constrói um Pavilhão multi-usos com um custo de largos milhões de €, para um campeonato da Europa de futsal e organização de uns festivais de qualidade duvidosa não é muito nem utópico pedir e exigir a instalação de sintético no Fernando Pedrosa!!

Por isso todos os Atléticos devem unir-se nesta causa e exigirem a instalação do relvado sintético as entidades competentes ou seja câmara de Gondomar e junta de freguesia de Rio Tinto!!!

Atlético sempre!!

Anônimo disse...

Fugindo um pouco ao espírito que quis transmitir com o tema em apreço (“reflexão”), subscrevo aquilo que foi explanado pelo “JJ”e apoio a iniciativa do abaixo-assinado junto da Câmara Municipal de Gondomar para a colocação do sintético.

Rui, leva a iniciativa até ao fim, com o apoio de todos arranjamos com facilidade mais de 10.000 assinaturas!

Um 1926 nascemos, jamais morreremos!

Força Atlético

Canetas disse...

Infelizmente ainda existem campos muitos maus, para a realização de jogos de futebol. Nesse aspecto o salgueiros tem sido beneficiado, apesar de não ter tido proveito...Os adversários mudam de campo olhando o aspecto finaceiro, concordo plenamente com essa atitude desse clubes, os prejudicados são os outros clubes, que são obrigados a jogar nesses campos sem as mínimas condições, sentido-se prejudicados.
O atlético de rio tinto é um dos visados nesse aspecto, porque gosta praticar um bom futebol e não ser um equipa de "combate" como algumas da série, k abusam do contacto físico e dureza.
É um tema que dá pano pra mangas...
Aos Srs vereadores de gondomar e da junta de rio tinto está na altura de compensar o ATLÉTICO DE RIO TINTO com uma melhoria nas condições de trabalho, um sintético significaria muito para os jovens de rio tinto, já que preferiram "oferecer" um "campo de batatas ao rival"...
Nunca fizeram nada para ajudar essa colectividade a desenvolver-se..e não digam que não há dinheiro...PURA MENTIRA..HÁ É FALTA DE VONTADE...somos todos iguais..
Agradecimento ao Ruitx pela ousadia do blog onde todo o adepto mais comun pode expôr suas afirmações sobre o futebol...
Força ATLÈTICO...OS PEQUENOS TAMBÉM SÃO GRANDES VENCEDORES...

Paulo_74 disse...

Atençao que o Atletico de Vilar ficou sem campo e foi antes do jogo com o Salgueiros.
Ao que parece o dono do terreno ficou xateado por ter pago bilhete num jogo e espetou la com uma maquina que destruio o campo.
Por isso a troca com o salgueiros nao teve nada a ver com trocas por receitas de jogo..