domingo, 3 de abril de 2011

33ª JORNADA

Comentário: Em primeiro lugar uma explicação a todos os bloguistas pela tardia colocação das fotos e comentário ao jogo.Foi propositado, porque sinceramente precisei de 24 horas, para que parte da azia e frustração diminuissem e me permitam agora escrever sobre este jogo. Visita histórica do Atlético ao Estádio do Bessa, acompanhado por largas centenas de adeptos. O jogo começou repartido, mas verificava-se claramente que quando colocava a bola na relva e jogava a bola o CART era nitidamente superior ao Boavista, daí que não admirasse que as oportunidades fossem surgindo para o nosso lado.Primeiro Paulo Alemida de cabeça e um defesa a tirar a bola de cima da linha de golo e pouco depois Pedro a falhar escandalosamente com a baliza aberta ao acertar na barra. O dominio era nosso e o justo golo, acabaria por surgir pelo mesmo Pedro, após fifía do guarda redes adversário para delirio da bancada Atlética.Até final da 1ª parte Ricardinho por 2 vezes poderia ter ampliado a vantagem mas falhou o alvo.Resultado escasso e o jogo poderia estar resolvido em 45 minutos. Na 2ª parte assistimos a mais do mesmo que tem sido habitual, principalmente nos jogos fora de casa, a equipa recua, acrescenta-se jogadores defensivos e retiram-se jogadores de ataque, perde-se poder de pressão na frente e obviamente o adversário aproveita e fica na posição de dominador do jogo. Ainda assim as coisas mantiveram-se controladas, porque o desempenho dos jogadores foi a meu ver bastante aceitável, apenas falhamos nas saidas para o contra ataque, já que foram muitas as chances de criarmos perigo, mas o ultimo passe não saía. Mas de facto o impensável viria a acontecer, porque 1-0 é um resultado muito magro e quem se organiza numa postura defensiva corre sempre o risco de sofrer golos.A 5 minutos do fim, o golo do empate, depois a equipa tenta vir desenfreadamente para a frente, mas nesta altura já nem os jogadores têm capacidade fisica e mental para um bom desempenho, nem a estrutura da equipa em campo permitia que se conseguisse chegar á vitória.E o golpe de teatro acabaria mesmo por surgir já aos 95 minutos com o 2º golo do Boavista, deixando uma bancada completamente arrasada e sem saber muito bem como reagir. Uma palavra final para os jogadores, nada a apontar, foram exemplares na entrega e podendo parecer um pouco contraditório acabaram na minha opinião por fazer um bom jogo. Derrota que merece uma reflexão mais aprofundada, no seguimento de outros desaires que já tivemos e que se assemelham muito a este. Mesmo assim está tudo em aberto, eu estou preparado para sofrer até ao fim... e voçês? FORÇA CART!!! SEMPRE CONTIGO!!!


9 comentários:

C.A.R.T. disse...

Triste,desolado, foi neste estado que abandonei o Bessa ontem, nem mesmo a vitória e festejos na casa dos rivais me alegrou, fiquei com uma espinha atravessada.Tenho sido das pessoas que mais tenho puxado pelo Atlético, nem sei, mas creio que este ano ainda não faltei a nenhum jogo, disse até aqui que este iria ser o nosso ano, que iríamos subir sem duvida, pois bem meus caros amigos, após a partida de ontem percebi que me posso muito bem ter enganado. É curioso, ontem vi o jogo isolado, sem amigos para comentar, mas suficientemente perto para ouvir outras opiniões, e digo-vos, as criticas foram contidas e com sentido.Muitas delas vão de encontro à minha opinião, que é a seguinte, é isto que joga o Atlético??!! Sem jogar nadinha, o atlético mais uma vez dispôs de duas clamorosas situações de golo, mas de baliza aberta!!O Atlético dividiu muito o jogo, e isso não pode suceder, tem de ir para cima deles e depois do 0-1, tentar o 0-2, o 0-3 e por aí fora...mas não, dividiu o jogo, e passou o jogo a mandar , "bacalhaus", era assim que dizíamos no meu tempo, para a frente, a 2ªparte foi-nos correndo de feição até uma substituição deitar tudo por terra, aliás não foi a substituição em si, mas sim a junção dessa substituição com algo que já antes se estava a passar, e falo propriamente, da entrada de Pinheiro, que foi jogar encostado à defesa, ora se a pinheiro se juntar Teixeira, que ontem também jogou a central na 2ªparte e estou a ironizar, fazendo as contas, na 2ªparte tivemos 6!!! jogadores a defender praticamente na nossa baliza, 6!!, eu bem via o João a gesticular, para eles subirem, mas não saíamos dali!!Pergunto eu, num campo tão grande,porque não tentar trocar a bola?Temos jogadores para isso acho eu...Depois há várias questões, que ninguém percebe, O Filipe não joga mais tempo?? e se joga é como único homem na frente?ele que é baixo só é útil acompanhado..todos sabemos disso, eu lembro-me perfeitamente à uns anos ele fazer duplas com vários outros jogadores...O Hélder, jogador experiente para estes jogos não daria jeito, já que ele consegue segurar muito a bola, e falo disto porque ontem na frente não seguramos uma bola, mas também coitados,ao chuveirinho que foram sujeitos...O pituxa, o rapaz desapareceu das opções, rápido e forte, quem sabe ontem nas substituições e a jogar em contra-ataque não nos daria jeito...O Canetas está realmente bem??Não podemos perder o nosso capitão de forma alguma, mas toda agente vê, que o rapaz anda a jogar condicionado, e não está a conseguir agarrar no nosso jogo como ele só o sabe fazer, temos de o por a correr menos nos jogos, dar-lhe mais liberdade, desgasta-se imenso em acções defensivas...O Teixeira tá bem??Faz uns jogos que ele anda à toa dentro do campo..não marca, falha passes, corre com a bola,tudo sintomas de quem quer mas não pode, ontem chegou a ser confrangedor a falta de posicionamento dele dentro do relvado jogando completamente a defesa e deixando um buraco no nosso meio campo...O Antunes está bem este jovem???Joga, não joga, vem e vai de lesões, joga pouco tempo,desaparece, a época passada revelou-se um jogador notável,e consistência e bom jogo incrível,este ano anda na escuridão,ele e Canetas lembro-me perfeitamente entendiam-se às mil maravilhas, este ano pouco jogam juntos,grande perda do Atlético...O Pinheiro? que se passa com este jovem??Forte, bom tecnicamente, fazia imensos golos, saía bem a jogar...vive um momento de forma horrível, ontem entrou muito mal no jogo, muito mesmo...bem sei que a posição dele não é trinco, mas ele sabe e pode fazer muito melhor, parece cansado, e esta situação já não é nova para ele...Isto tudo para dizer que no meu ponto de vista a equipa fisicamente está a ir-se abaixo..faltam 5 finais, e ou isto muda ou então ....nem digo...porque de nada nos vale,ganhar em casa e depois perder fora, já estamos em 4ºs, e pior do que tudo, já não dependemos de nós para subir!!!Ainda se vai a tempo de inverter a tendência, mas há que procurar soluções, a equipa e estes 5 jogos necessitam delas...

C.A.R.T. disse...

Ainda se vai a tempo de inverter a tendência, mas há que procurar soluções, a equipa e estes 5 jogos necessitam delas...Sei muito bem que pode haver gente que não goste de ler isto, mas a mim ninguém me pode atirar nada à cara, pois se há pessoa que mais elogiou e puxou pelo clube e atletas eu fui um desses, e ate nos momentos de maior crise, eu estive aqui para apoiar...Agora é olhar para a frente e ver o que o futuro nos depara, mas não está famoso, lá isso não está...FORÇA CART!!RUMO À SUBIDA!!SIM PORQUE A ESPERANÇA, É A ULTIMA A MORRER!!

JJ disse...

Numa primeira analise o resultado parece me injusto para o que as equipas jogaram nos 90 minutos. Se olharmos para o filme do jogo a haver um vencedor este seria o Atlético. Mas o futebol não se compadece com justiças ou vitorias morais. No final ganha quem mais golos marca.

Quanto ao filme do jogo parece me que o Atlético foi claramente melhor na primeira parte onde se tivesse ido para o intervalo a vencer por 3 a 0 não escandalizaria ninguém. A segunda parte foi mais repartida, sobretudo após a saída do Capitão Canetas. Sem ele o Atlético perde o Cérebro, pois todo gira pelo capitão que com a sua superior qualidade técnica-táctica, faz toda a diferença na qualidade de jogo colectivo. A Partir da saída do Canetas a equipa não mais segurou bola, nem ditou o tempo de jogo. Começou a jogar directo e de forma inconsequente. Mesmo assim a equipa com maior ou menor dificuldade parecia ter o jogo controlado. Depois vem o momento que para mim define o jogo. A entrada de Pinheiro para o lugar de trinco mais uma vez. Como vem sucedendo esta substituição não resulta. Sem por em causa de forma alguma a entrega e disponibilidade do Pinheiro, não é jogador para desempenhar funções no meio campo, pois e naturalmente, cola-se muito aos centrais e ficamos sem meio campo para as segundas bolas e para segurar a bola e iniciar as transições ofensivas. Isto origina a que o adversário ganhe constantemente as segundas bolas no nosso meio campo defensivo, criando a sensação que a nossa equipa não consegue sair para o contra ataque ou ataque planeado. Penso que por ventura o jogador Patrick tem mais qualidade para desempenhar as funções de trinco, mas parece me que este jogador pura e simplesmente desapareceu dos convocados desde que foi expulso. Com certeza que a equipa técnica terá as suas razões para prescindir de um jogador, que me parece mais indicado para a posição 6 quando necessário.

EM relação a atitude e entrega dos nossos jogadores não a nada a apontar muito pelo contrario. Deram tudo em prol do Atlético e tanto deram e se entregaram ao jogo, que me parece que faltou condição física nos últimos 10 a 15 minutos da partida.

Agora está muito mais difícil, não dependemos de nós, mas de certeza que o grupo de trabalho não vai atirar a toalha ao chão. Faltam 5 jogos onde só temos uma solução se quisermos continuar a aspirar ao primeiro lugar. Fazer 15 pontos, não podemos falhar mais. Fazendo os tais 15 pontos temos de esperar pelo jogo entre o Cerco e o Vila, para ver o que podemos obter da tabela classificativa.

Foi pena mas agora temos de olhar em frente e continuar a acreditar. Os campeões nem sempre podem Ópera em todos os jogos, mas nos jogos menos conseguidos temos de vencer. Temos de conseguir o resultado em vez da nota artística. Temos de ser agressivos na defesa do resultado, a caça ao ponto e se for preciso e como diz o povo "dar pau" e ser matreiro. Fazer anti jogo pois está visto que o fair play é uma treta... Temos de ser mais manhosos, embora reconheça que temos qualidade para praticar bom futebol e dar espectáculo, muitas vezes o bom futebol não chega para ser Primeiro.

CONTINUO A ACREDITAR... FORÇA CART!!!!

JJ disse...

Quero aproveitar para fazer uma reflexão mais aprofundada sobre os 5 jogos que faltam e o momento actual da equipa e algumas considerações técnico-tácticas de um "treinador de bancada" que sente e sofre pelo CART. Sem conhecer de facto a rotina semanal de treinos, baseio a minha opinião na competição e pelo aquilo que todos os adeptos assistem domingo após domingo.

Assim sendo e tendo em conta que faltam 5 jogos, 3 dos quais em casa e estes perante adversários do meio da tabela para baixo parece me razoável que se continue a apostar no sistema habitual (4-1-3-2).

Se na defesa nada a apontar, muito pelo contrario tem sido muito mais que apenas defesas principalmente os nossos laterais que estão a fazer uma época memorável.

Agora parece me que o problema da equipa e da perca de pontos nas duas ultimas deslocações, tem um denominador comum: A saída de Canetas ( devido ao desgaste físico e pelo que parece algum condicionamento físico que afectando o Capitão nas ultimas semanas) para a entrada de Pinheiro. A partir daí já todos nó sabemos e analisamos o que sucede em termos tácticos a equipa com esta substituição. Claramente não resulta.

Concordando inteiramente com a opinião do Amigo e grande Atlético C.A.R.T, acho que o Canetas é a chave do jogo do Atlético. Agora coloca se a questão: Como proteger tacticamente o nosso Maestro do desgaste físico que lhe provoca o sistema habitual do CART ou seja 4-1-3-2. Neste sistema o Canetas desgasta-se muito em missões defensivas e de cobertura zonal no meio campo e de apoio ao Teixeira. Sendo Antunes o único jogador no plantel capaz de desempenhar com alguma qualidade o papel de Canetas no sistema de 4-1-3-2, aí se encontra o grande problema do CART nestes últimos jogos fora de casa. O problema está que Antunes vem de uma lesão muscular e esta sem ritmo competitivo, o que nesta fase e em jogos que são autenticas finais não consegue pautar e segurar o jogo do CART a meio campo, pot muita vontade e empenho que atleta demonstre.

Assim sendo temos de proteger o Maestro, e para isso temos de adoptar outro modelo táctico. Na minha opinião o Segredo passa nos jogos fora jogar num 4-2-3-1 que no momento ofensivo pode ser um 4-3-3.

Com este modelo Canetas assume a posição 10 e pode jogar "apenas" nos últimos 30 a 40 metros, no meio campo ofensivo, protegendo mais fisicamente, o Canetas no momento defensivo. Pois com este esquema táctico utilizamos um duplo pivot no meio campo para o momento defensivo. Claro que este duplo pivot que pode libertar o Canetas um pouco mais de tarefas defensivas, tem de ser dinamico. Por exemplo: Na posição 6 poderá jogar Patrick, sendo mais posicional e apoio nas tarefas defensivas e de cobertura a defesa. Na posição 8 joga Teixeira, como médio "box to box" que poderá aventurar se mais no momento ofensivo da equipa para aparecer a entrada da grande aérea para as segundas bolas ou fazer uso da sua excelente meia distancia. Com este duplo pivot Canetas teria mais liberdade para criar e pautar o jogo do CART e com menos responsabilidades defensivas, logo menos desgaste físico. Aproveitar o Ricardinho, que é poderoso fisicamente e bom tecnicamente e que desgasta qualquer defesa para jogar a ponta de Lança.
Continuação no comentário seguinte.

JJ disse...

Os alas são também grande segredo deste sistema táctico. Devem ser rápidos e agressivos no momento defensivo e ofensivo da equipa, sendo que Pedro no lado direito me parece bem. No lado esquerdo coloca o Marquinho, com movimentos interiores ( Diagonais para o meio ) dando a profundidade nesse corredor a nossa "locomotiva" Vitor que tem pulmão para atacar e defender com grande qualidade. Emanuel é tb um opção se quisermos alargar o jogo, mas parece me que atravessa um momento menos bom , principalmente no processo ofensivo, não sendo o decisivo jogador da 1ª volta.
Temos ainda o Pituxa que é um jogador rápido e incisivo, que neste sistema táctico poderá jogar nas alas e concordo com o comentador "CART", pois também não consigo entender a sua ausência dos convocados.
Este sistema seria em minha opinião o ideal para jogos fora de casa e, sobretudo para proteger fisicamente o Canetas que é em minha opinião a chave da equipa, pela sua qualidade futebolística e tb pela voz de comando em campo.

Em penso que 4-2-3-1 com o duplo pivot no meio campo seria o ideal para dar liberdade ao Canetas e na ocupação de espaços da equipa, principalmente nos jogos fora. É a minha analise, como adepto e fanático do CART.

FCP FOREVER disse...

Boa noite a todos os Atléticos.

Nem sequer vou comentar o jogo de ontem.Já muito e quase tudo foi dito sobre o mesmo.

Já quanto ao que se passa com a equipa, também já aqui se tentou várias explicações, desde jogadores influentes, cansaço fisico, questões tacticas,etc.

Pensei bastante em expôr aqui a minha opinião sobre esta questão, e ao decidir fazê-lo, gostaria desde já alertar q tentarei fazê-la com espirito critico e q provavelmente n será do agrado de algumas pessoas, mas será sempre uma critica construtiva e gostaria q a entendessem de uma forma positiva e não negativa.

É minha opinião q a questão fulcral está na palavra ATITUDE.

Não recuando muito, e indo aos ultimos 2 jogos (cerco e boavista):
1ª parte - equipa a pressionar, a dominar o jogo, a nao deixar a euqipa adversaria pensar o jogo.Fome de golo e constante procura pela baliza adversária.Excelente.Muito bom.
2ªparte - equipa recuada, na expectativa, a tentar (sim tentar pq n o consegue) jogar no contra ataque.Mau.Muito mau.

Nada a apontar aqui aos jogadores, que lutam até à exaustão e dão o litro.
Por outro lado, tudo a apontar ao treinador e à equipa técnica.
Parece-me evidente q os jogadores n entram para as 2ªs partes a defender pq lhes apetece.Entram a defender pq é essa a ATITUDE q lhes é incutida ao intervalo.É essa ATITUDE q lhes é incutida com as substituições efectuadas. Não percebo o porquê de jogo após jogo após jogo serem smp as mesmas substituições, axo q nem vale a pena convocar mais q 3 jogadores para o banco, já se sabe quem vai entrar!!N me parece q os jogos sejam smp iguais para as substituições serem smp as mesmas.

Caro Sr.Taveira, muito aprecio todo o seu trabalho desenvolvido no CART, mas gostaria q aceitasse estas minhas criticas de forma positiva.
Ponha a equipa a jogar o futebol q ela melhor e maginificamente bem sabe fazer durante todo o jogo e n apenas nas 1ªs partes, ou não apenas até conseguir estar na frente do marcador.Acabe com esta ATITUDE defensiva. N é este o nosso futebol. Esta ATITUDE de medo nas 2ªs partes só origina q os nossos adversarios sintam a nossa fraqueza e só lhes dá mais força.
Temos q jogar o nosso futebol, e parece-me q já td a gente percebeu q o nosso futebol n é recuar, n é defender, n é jogar na expectativa de conservar o 1-0.O nosso futebol é o do ataque, é o da busca do 1-0, do 2-0 e dp do 3-0.
Esta ATITUDE não resulta, como ontem ficou provado.Vamos mudar esta ATITUDE.

Como em tudo na vida, temos que manter a mente aberta, para podermos nos momentos dificeis tirar lições positivas, e evitar q esses erros se repitam.Se n tivermos esta capacidade, iremos afundar!!

A parte psicologica de uma equipa, e a forma como ela aborda o jogo é o reflexo da forma como o seu líder pensa, e da forma como o seu lider gere o jogo.
O q se passará na cabeça dos jogadores qnd fazem uma 1ªparte excelente, onde têm o dominio e o controlo total do jogo, e com tudo na mão para atingir a vitória com esta ATITUDE, se muda e se manda recuá-los e mudar a ATITUDE perante o jogo????
Se fosse eu n o perceberia e até ficaria um frustrado em n poder jogar aquiloq sei, da melhor maneira q sei.

Com esta ASTITUDE os adeptos desanimam, os jogadores desanimam, e mais uma vez poderemos morrer na praia....

Vamos lá mudar esta ATITUDE ...

EU ACREDITO!!!
CART SEMPRE!!!

C.A.R.T. disse...

Concordo e não concordo com algumas opiniões. Cada um tem um modo de ver futebol completamente diferente.Penso que a análise das 1ªs partes para as 2ªs não deve ser feita assim tão superficialmente.Isto porque para mim de nada vale ter feito uma 1ªparte boa contra o cerco, ou um jogo excelente contra o gondim, se depois se fazem 2 jogos maus, como o de Vitrine e no Bessa.Não concordo que o Atlético, no Bessa tenha estado bem, pois não jogou aquilo que sabe, controlou o jogo sim, mas nem sequer tentava sair a jogar!!Algo que me faz confusão,usou e abusou do futebol directo. Domingo o Atlético apanha outra equipa numa série de bons resultados, em casa,não pode falhar.Aliás o Atlético, convém meter na cabeça dos jogadores, não pode perder + um ponto que seja até ao jogo de Guilhabreu. E aí sim disputar a subida e eventualmente o Titulo de campeão. Para mim, não sei quem está bem fisicamente, quem está sem ritmo, mas comigo nestes jogos,nestas 5 finais, e caso estivessem todos disponíveis, jogariam aqueles que mais pontos deram ao Atlético, ou seja a equipa base,não me vou pôr aqui a dizer se é num 4-3-3, se é num 4-1-3-2, sei que em caso de estarem todos aptos, para mim, jogaria João,Pedro, Paulo,Fábio e Vitor, Teixeira,Antunes e Canetas, e na frente Emanuel,Marco e Ricardo...jogariam estes e ponto.Pode entrar o Pedro, que até tem desenrascado mais ou menos, mas é um jogador defensivo e tacticamente com lacunas, mas com muito pulmão, pode jogar o Filipe quando se jogar com 2 na frente, podem meter quem o Sr. Taveira entender, mas a mentalidade tem de ser outra...acreditem que desde domingo a comida nem me sabe...mas sei que os jogadores estão com certeza muito pior do que qualquer um de nós...

sou disse...

Concordo com a analise inicial do ultimo comentário do amigo C.A.R.T.
O Atlético tem que colocar a bola no chão e jogar de pé para pé conforme muito bem sabe.Chuto para a frente e futebol directo não é o nosso futebol e em alguns jogos usamos e abusamos desse tipo de jogo conforme aconteceu a espaços(grandes)no Bessa.Tambem concordo que é de facto no minimo intrigante a mudança de atitude das 1ªs para as 2ªs partes dos jogos.O que se passa no balneário ao intervalo?que instruções são dadas? porque se repetem semana apos semana as mesmas substituições quando ja ficou mais que provado que as mesmas não resultam? será que ninguem da equipa tecnica vê isto? se vêm porque repetem os erros no domingo a seguir?
Outra coisa intrigante tem a ver com os nossos ex juniores que foram varias vezes citados aqui como sendo o nosso orgulho e o nosso futuro.de um momento para o outro despareceram todos...Pituxa,Patrick,Pereirinha,Julio,Nicola??????
Sempre achei e continuo a achar que o balança faz-se no final da época e aí sim, muitas respostas e responsabilidades i´rão ter que ser assumidas, doa a quem doer!!!!

FCP FOREVER disse...

Para levantar o moral!!

http://www.youtube.com/watch?v=RbPt1H6ys7E